Bem-vindo ao site da Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris. Acompanhe as atividades realizadas no nosso ministério, levando a santa palavra de Deus e de Nossa Senhora Stella Maris por meio de Educação, Saúde, Cultura e Acolhimento às pessoas atendidas nas instituições nos estados de Minas Gerais e São Paulo.

” O carisma e a espiritualidade de São Camilo inspiraram o surgimento de várias congregações religiosas femininas, institutos seculares e a família camiliana leiga.

Entre as congregações religiosas, temos as Ministras dos Enfermos, que têm como fundadora a beata Maria Domenica Brum Barbantini (1789-1868); as Filhas de São Camilo, ordem fundada pelo beato Luigi Tezza (1841-1850) e a beata Josefina Vannini (1859-1911); as Filhas de Nossa Senhora Stella Maris, fundada por Madre Gilda Tatasciore, aos 05 de outubro de 1957, no Brasil, em Guarulhos (www.filhasstellamaris.com.br); as Servas da Encarnação, tendo como fundador e Pe. Primo Fiocchi, na Itália (1946); as Missionárias Camilianas Maria Mãe da Vida, tendo como fundador o Pe. Adolfo Serripierro, no Brasil, Fortaleza (CE) em 1991.

Entre os Institutos Seculares, temos as Missionárias dos Enfermos “Cristo Esperança”, iniciado por Germana Sumaruga (1948) e as Kamillanische Schvertern (Irmãs Camilianas) na Áustria, em Linz, tendo como fundadores Heidelinde Hinteregger (Heidi), uma enfermeira austríaca e o ex-geral camiliano, Pe. Calisto Vendrame (1985).

Além dos Institutos de Vida Consagrada e Seculares femininos, sempre houve uma colaboração bastante fecunda entre os religiosos camilianos e leigos. Ao longo do Século XX, essa colaboração encontrou uma das suas expressões mais felizes na Família Camiliana Leiga (1985), que conta hoje com mais de 3 mil membros em muitos países.”

Fonte: Institutos Femininos e Família Camiliana Leiga

Posts recentes